RIO LARGO FAZ 99 ANOS DE EMANCIPAÇÃO DA “CANETA & CHIBATA”?

 HISTÓRICO SINTÉTICO DO MUNICÍPIO DE RIO LARGO – AL

 

1 – Aspecto Geral do Município de Rio Lago – AL

Rio Largo é um município brasileiro do estado de Alagoas, situado na Mesorregião do Leste Alagoano e na Microrregião de Maceió, sendo também, um dos municípios que constituem a Região metropolitana de Maceió.

Com localização no Sistema de Posicionamento Global – GPS nas coordenadas de 09º28’40” de latitude Sul e 35º51’10” longitude Oeste,

A história de Rio Largo é, em seus primórdios, a mesma de Santa Luzia do Norte. A estrada de ferro, que não passava em Santa Luzia do Norte, fez com que fosse direcionado o desenvolvimento para o local, às margens da ferrovia, onde foram instaladas indústrias têxteis pertencentes à Companhia Alagoana de Fiação e Tecidos.

O nome Rio Largo originou-se de um engenho de açúcar existente no local onde o rio Mundaú apresenta maior largura. No fim do século XIX foram fundadas duas unidades para a industrialização das fibras têxteis, em trechos de pequenos encachoeiramentos do rio Mundaú, favoráveis àquele tipo de atividade fabril. É válido ressaltar, também, nesse período, o surgimento da Usina S/A Leão Irmãos Açúcar e Alcool, que começou a moer em julho de 1894 e tornou-se, à época, uma das maiores do setor em toda a América Latina.

O município de Rio Largo foi criado por decreto de 10 de dezembro de 1830. O desenvolvimento do pólo industrial acarretou, em 13 de julho de 1915, a elevação à categoria de cidade, através da lei 696. Apesar de sua origem recente, Rio Largo deu a Alagoas filhos ilustres como Arnon de Mello e Luiz de Souza Cavalcante, que ascenderam ao governo do Estado de Alagoas.

O município encontra-se distante da capital apenas 27 km, com uma população de cerca de 67.797 habitantes (IBGE/2009), sua área territorial é de 310,6km², com densidade demográfica de 222,8 hab./km², apresenta altitude de 130 m em relação ao nível do mar.

O clima de Rio Largo é tropical litorâneo úmido, com sol nos meses de setembro até maio, da primavera ao verão, com temperatura variando em torno de 19°C a 32°C. Ocorrendo chuvas e temporais nos meses de junho até agosto, do outono até o inverno, com temperaturas variando em torno de 15°C a 26°C. A umidade relativa do ar é de 79,2% e o índice pluviométrico é 1.410 mm/ano.

Rio Largo apresenta vegetação herbácea (gramíneas) e arbustiva (poucas árvores e espaçadas). Além destas, Rio Largo possui também a Mata Atlântica. Essas vegetações estão associadas a um sistema regulado de chuvas.

O município de Rio Largo apresenta ainda os seguintes Indicadores sociais e econômicos:

  • IDH     0,671 médio (PNUD/2000);
  • PIB     R$299.187 mil (IBGE/2005);
  • PIB per capita R$ 4.407,00 (IBGE/2005);

A rede municipal de ensino de Rio Largo conta com 34 unidades de ensino, que atendem a cerca de 13.000 alunos.

A comemoração do Aniversário da Emancipação Política de Rio Largo acontece anualmente no dia 13 de julho, data que marca a elevação de Rio Largo a condição de cidade.

Nos últimos anos da última década do século XX, e ainda na primeira década do século XXI, os governantes de Rio Largo têm sido afastados de seus mandatos em decorrência de inúmeras denúncias de corrupção na gestão pública. Como consequência a gestão pública em Rio Largo mergulhou em um profundo estado de caos administrativo e de planejamento, com reflexos na autoestima da população submetida a serviços de saúde de má qualidade; a uma educação com índices alarmantes que apontam profundas deficiências; a serviços de Assistência Social paralisados; a falta de obras públicas de viação e saneamento básico tão necessárias; a problemas graves na segurança pública, refletidos nos elevados índices de assassinatos, assaltos, violência e consumo de drogas e entorpecentes; ao desemprego cada vez mais alarmante, com consequências econômicas e sociais que devastam a população economicamente ativa do município, gerando um custo de oportunidade cada vez maior e fazendo do município um peso social e econômico para a união federal.

Tradicionalmente no aniversários dos municípios brasileiros, são realizadas inaugurações de obras que visam o atendimento da população com  melhores serviços públicos. Mas em Rio Largo, esta tradição está ficando para o passado histórico, de modo que, a cada novo evento comemorativo de sua emancipação, já não há o que se inaugurar ou oferecer de novo à população.

Uma outra tradição que tanto caracterizou o município no século passado, e que também está sendo sepultada, é a realização dos tradicionais desfiles escolares; quando as tradicionais Bandas Fanfarras brindavam as comemorações, com garbosos desfiles e com um espetáculo de música amadora estudantil.

Assim, o passado vai sendo sepultado a cada ano, ao dar lugar a um presente descorado ou incolor e a um futuro com tons de preto e cinza.

A situação delicada de Rio Largo ao longo da primeira década deste século, é também pressionada pela crise econômica que atinge as duas Usinas produtoras da região, alcançando o trabalhador rural, que mesmo tendo trabalho, tem agora a incerteza de nele permanecer, ou mesmo, tendo que conviver com a dura realidade de salários atrasados por receber.

Em meio a protestos e passeatas da população civil, que denunciam a falta da alimentação escolar com regularidade, qualidade e eficiência; a falta de saúde; os assassinatos; a violência e a corrupção, este estado de coisas teima e resiste, enquanto a população permanece eleitoralmente alienada ou corrompida, constituindo sobre os poderes civis, representantes que por não residirem no município, em sua grande maioria, não têm significativa identificação ou raízes suficientemente profundas na comunidade, o que concorre ao lado de outros fatores, para a ampliação do sofrimento da população e a conservação do Sistema Opressivo da “Caneta & Chibata”.

Há duas grandes bases nas quais se tem sustentado a opressão do poder e a tirania sobre um povo: “A Ignorância e a Pobreza”.

Rio Largo também apresenta em sua história recente, alguns fenômenos naturais que impactaram a vida dos munícipes.

Na tarde do dia 11 de março de 2010, abalos sísmicos foram sentidos pela primeira vez por moradores do município. O tremor de 2,3 graus na escala Richter atingiu também, outras cidades do interior de Alagoas e de Pernambuco. Durante as décadas de 80 e 90 o município foi acometido por três grandes enchentes, que trouxeram muitos prejuízos materiais e humanos para a população.

No dia 19 de junho de 2010, o município de Rio Largo foi atingido pela maior enchente de sua história, com a ocorrência de danos matérias em diversos bairros e a destruição total ou parcial de inúmeras casas, seis escolas municipais e diversas outras edificações de importância para a cidade, além da derrubada de duas das três pontes mais importantes do município: a ponte da rede ferroviária federal e a ponte Governador Arnon de Mello.

 

2 – A Pregação do Evangelho em Rio Largo pelos Protestantes

Deus em sua infinita graça e em seu amor imensurável tem conclamado homens especiais e os trazido a Rio Largo, para que o evangelho de Jesus Cristo seja anunciado a toda população.

Homens como o Missionário Otto Nelson e sua esposa Adina Nelson, foram enviados pelo Senhor para trazerem a mensagem das boas novas de salvação ao Estado de Alagoas. Essa obra teve início, precisamente, em 25 de agosto de 1915, data em que foi fundada a Igreja Assembléia de Deus no Estado de Alagoas, na casa do pescador Balbino Gomes, no bairro do trapiche em Maceió, distando agora 100 anos de pregação do evangelho pela Assembleia de Deus no Brasil.

O missionário Otto Nelson veio pessoalmente a Rio Largo, para começar a obra de evangelização nesta cidade, e assim, ganhar as primeiras almas no município.

Naquela época, já existia a presença da missão batista americana na cidade, e foi o irmão Cândido Lins, membro da Igreja Batista de Rio Largo, quem abrigou em sua casa o Missionário Otto Nelson, em sua primeira ação de evangelização na cidade de Rio Largo. Conta-se que, não tenho uma cama para hóspedes em sua casa, o irmão Cândido Lins, improvisou um leito com uma porta de madeira, e ali o missionário Otto Nelson, passou sua primeira noite em Rio Largo, fazendo a primeira vigília de oração, intercedendo junto ao Senhor pela salvação das famílias de Rio Largo.

Houve muita perseguição à pregação do evangelho em Rio Largo. As autoridades municipais proibiram o enterro dos então chamados “protestantes” nos Cemitérios Públicos do Município. Tal fato levou o irmão Cândido Lins, a ceder um terreno de sua propriedade, para que os crentes que faleciam pudessem ser sepultados nesta cidade. Esse cemitério era chamado de “Cemitério do Seu Candinho”. Hoje, em Rio Largo, temos a Rua Cândido Lins, que recebeu o nome desse ilustre evangélico, que já dorme no Senhor.

Em 1947, já o evangelho havia sido pregado e aceito entre a população, tanto na cidade quanto nos engenhos e fazendas da região. O primeiro templo da Igreja Evangélica Assembléia de Deus, se situava então, na popular Rua do Coqueiro, hoje, Rua Vereador Jarbas Januário, no exato local onde funcionava até a enchente de 19 de junho de 2010 a Sede da Secretaria Municipal de Educação, existindo ali atualmente apenas um terreno nu.

Em 13 de janeiro de 1998, tomou posse na Direção Geral do Campo de Rio Largo, o Pastor Arnóbio Tavares Lima, que desde então vem liderando a obra da evangelização no município de Rio Largo.  

Esta igreja, desde a sua fundação, tem estado a orar e a interceder pela vitória deste município. Campanhas de oração têm sido realizadas para que a violência, o desemprego, a prostituição, as drogas, a corrupção, a destruição de famílias, a pobreza, a fome e a miséria, instrumentos satânicos de opressão da sociedade nos dias atuais, sejam aniquilados da vida desta cidade, e a luz de Cristo Jesus, passe a brilhar em cada coração. Pois, aquele que serve a Jesus, não anda em trevas. Ele é a luz do mundo. O único mediador entre Deus e o Homem. O Autor e o Consumador da nossa Fé. Ele veio buscar e salvar o que se havia perdido. Veio do Pai para nos trazer vida em abundância.

A Obra da Assistência Social vem sendo desenvolvida com ações diretas da igreja, bem como, através do Centro de Assistência Social da Assembléia de Deus de Rio Largo – CASADRIL, que desde a sua fundação em 12 de janeiro de 1982, tem realizado diversos serviços para o atendimento da comunidade.

Esta igreja esteve ativamente presente na Assistência ao desalojado pela enchente do dia 19 de junho de 2010. Foram mobilizados, desde o primeiro momento, irmãos e irmãs, voluntários para o apoio aos serviços da defesa civil no município. A igreja mobilizou a doação direta e indireta de cerca de 05 toneladas de alimento; 60.000 peças de roupas; 3.000 pares de calçados; 1.200 jogos de cama e banho; 12 camas; 03 fogões domésticos e diversos brinquedos para crianças, entre outros serviços prestados naqueles primeiros dias de extrema necessidade das famílias atingidas.

Hoje, após décadas de evangelização em Rio Largo, e já no marco do Centenário das Assembleias de Deus no Brasil e do 98º Aniversário de Fundação das Assembléia de Deus em Alagoas, o templo sede atual é pequeno para comportar o numeroso povo de Deus nesta cidade. Povo que já não se conta às dezenas e centenas, más, as quase Cinco Mil almas, que estão distribuídas em 33 congregações em todo o município, servindo continuamente ao Senhor Jesus Cristo, conforme a sua palavra, e fazendo valer a comissão de Pregar o Evangelho a toda a criatura, batizando-as em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo.

Fazemos, por fim, nossas as palavras do Apóstolo Paulo em sua carta aos Romanos, no capítulo 1 e versículo 17: “Porque não me envergonho do Evangelho de Cristo, pois é o Poder de Deus para Salvação de todo aquele que Crê”.

Amém.

Pesquisa de Edimilson Marinho

Rio Largo, 07 de julho de 2014, na Comemoração do 99º Aniversário da Emancipação Política de Rio Largo – AL

 

Brasão de Rio Largo – AL

Nele a roda dentada simboliza o trabalho do povo desta terra. Em Rio Largo, primeiro chegou a oportunidade do trabalho, através dos empreendimentos fabris da indústria de fiação e tecelagem, sendo que estes, foram ainda antecedidos pelo do Engenho Rio Largo, o empreendimento mais antigo de se tem notícia na região onde o Rio é Mais Largo.

A chama presente no brasão é uma tocha que homenageia a inteligência e o saber das gentes que fizeram o Rio Largo. Dos comendadores Teixeira Bastos e Gustavo Paiva, sucedidos depois pelo herdeiro Arnaldo Paiva, que ampliou e consolidou o Rio Largo, como terra do trabalho e da produção fabril.

A cana-de-açúcar se faz representar no entorno do brasão como o principal produto agrícola do município.

Na base temos uma “mancha” em azul, que remete ao fluxo ininterrupto do Rio Mundaú, que aqui chegou primeiro e que tudo possibilitou. 

Enquanto correrem as águas deste Rio que “caudaloso margeia Rio Largo com seus canaviais” haverá esperança de paz, prosperidade e progresso para esta terra.

 

 

Bandeira de Rio Largo – AL

A bandeira contém o brasão de Rio Largo no centro, e remete em sua forma geométrica a Bandeira da Nação Brasileira. Ela contém em sua concepção, portanto, linhas positivistas que do pavilhão nacional herdou, estando delimitada pelo polígono de um retângulo a conter um losango em seu interior.

A cor branca do losango interior, simboliza a partir da revolução francesa, o ideal da fraternidade humana, contrastando com a cor vermelha que remete, por sua vez, ao ideal da igualdade entre os homens.

O azul, declara o ideal da liberdade inerente a autodeterminação pessoal e também dos povos.

O verde, nos diz que devemos ter sempre a esperança de que ainda veremos um Rio Largo melhor; aconteça o que acontecer.

 

 

Mapas Ilustrativos de Rio Largo – AL

Acesse acervo público em:

https://onedrive.live.com/?cid=4DC02834A06B777B&id=4DC02834A06B777B%214088

 

 

Localização de Rio Largo – AL

Localização de Rio Largo

 

 

Letra do Hino de Rio Largo – AL

Letra e Molodia de Geraldo Geremias do Nascimento

Estribilho

Rio Largo imponente se eleva
Com seu povo varonil
Teu progresso eleva sua terra
De Alagoas e do Brasil

Tua origem de simples engenho
A lugarejo com anos passou
Hoje é cidade onde todos se empenham
A lutar pela paz e pelo amor

O Mundaú caudaloso margeia
Rio Largo com seus canaviais
Rega árvores onde os pássaros gorjeiam
Cantos de gratidão e de paz

Esta estrada de ferro que leva
Esse povo e sua produção
Açúcar, álcool, petróleo novo.
Que engrandece a nossa nação

Tuas usinas orgulham nossa gente
Clotilde e Central Leão
Rio Largo está sempre na frente
Na paz, saúde e educação.

 

Áudio do Hino de Rio Largo – AL

 

 

 

 

comentários
  1. achei interessante a historia de Rio Largo, pois neste exato momento, comuniquei via telefone com uma funcionária da Secretaria de Assistência Social desta região e ela ficou de passar meu recado para Assistente Social. Sou Assistente Social, meu nome é Neusa, trabalho no CREAS- na cidade de Niquelândia-Goias, estou com um Sr. filho desta cidade precisando de ajuda para localizar os parentes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s