PARTE I – BREVE SINOPSE HISTÓRICA DA IGREJA NO BRASIL E SUA RELAÇÃO COM A POLÍTICA

Publicado: 11 de agosto de 2008 em Notícias e política

PROJETO CIDADANIA

AD RIO LARGO

SIM, NÓS PODEMOS!


PARTE – I

 


BREVE SINOPSE HISTÓRICA DA
IGREJA NO BRASIL E SUA RELAÇÃO COM A POLÍTICA

 


1. COMO A IGREJA EVANGÉLICA FOI PERSEGUIDA DESDE OS TEMPOS DO BRASIL COLÔNIA ATE OS
NOSSOS DIAS:

 


 

– NOS PRIMÓRDIOS DA HISTÓRIA DO BRASIL OU TERRA DE VERA CRUZ, HÁ 450 ANOS, O ESTADO PORTUGUÊS REPRESENTADO POR MEN DE SÁ, LIDERADO PELOS PADRES JESUÍTAS, LUTOU E DESTRUIU A COMUNIDADE EVANGÉLICA FRANCESA CONHECIDA NOS LIVROS DE HISTÓRIA COMO FRANÇA ANTARTIDA, ESTABELECIDA NO RIO DE JANEIRO, NA BAÍA DE GUANABARA, NA ILHA DE SERGIPE OU ILHA DE VILLEGAIGNON, PRÓXIMO AO AEROPORTO DO GALEÃO;

– ALI FOI CELEBRADA A PRIMEIRA CEIA DO SENHOR EM 21 DE MARÇO DE 1557, SENDO OS PRIMEIROS PASTORES: PIERRE RICHER E GUILLAUME CHARTIR,
QUE INICIARAM TAMBÉM A OBRA MISSIONÁRIA JUNTO AOS ÍNDIOS DO BRASIL;

– CONSTA DOS REGISTROS HISTÓRICOS DOS JESUÍTAS, QUE APÓS A DESTRUIÇÃO DAQUELA COMUNIDADE, NO MOMENTO DA EXECUÇÃO DE UM DOS PASTORES, POR TER POUCA EXPERIÊNCIA, O CARRASCO FOI AUXILIADO PELO PADRE JOSÉ DE ANCHIETA;

– O ESTADO BRASILEIRO, MESMO NO PERÍDO DA REPÚBLICA, NÃO ERA “LAICO”, POSSUIA UMA “RELIGIÃO OFICIAL”: O CATOLICISMO ROMANO, PARA ONDE SE CANALIZAVAM MUITOS PRIVILÉGIOS A PARTIR DO PODER PÚBLICO;

– OS LOCAIS DE CULTO EVANGÉLICO ERAM PROIBIDOS PELA CONSTITUIÇÃO DE 1824 DE APRESENTAREM BELEZA ARQUITETÔNICA, SENDO OBRIGADOS A TEREM FORMA DE “ARMAZÉM” OU DE “CAIXA DE SAPATO”, NÃO PODENDO PARECERER COM TEMPLOS RELIGIOSOS;

– LEGALMENTE, OS TRABALHADORES CRENTES PODIAM SER DEMITIDOS DO EMPREGO SEM IDENIZAÇÃO ALGUMA;

– OS CRENTES ERAM PROIBIDOS PELA CONSTITUIÇÃO DO IMPÉRIO DO BRASIL, DE SE CANDIDATAR E DE COMPARECER A COMÍCIOS, POIS QUEM RECEBIA PODER POLÍTICO NO BRASIL TINHA QUE JURAR “MANTER A RELIGIÃO CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA”, NA FORMA DA LEI;

– O CATOLICISMO, QUE ERA A RELIGIÃO OFICIAL DO BRASIL, DETINHA EXCLUSIVAMENTE O PODER PARA OFICIALIZAR LEGALMENTE CASAMENTOS;

– OS CRENTES PARA OBTEREM A CERTIDÃO DE CASAMENTO TINHAM DE RECORRER AO CASAMENTO PERANTE UM PADRE CATÓLICO, QUE LHES EXIGIA ASSINAR UM TERMO DE COMPROMISSO, ONDE ESTES SE OBRIGAVAM A CRIAREM SEUS FILHOS SEGUNDO OS PRECEITOS DO CATOLICISMO;

– COM A CERTIDÃO DE CASAMENTO NEGADA AO CASAL CRENTE, CUJA UNIÃO ERA CONSIDERADA LEGALMENTE ILEGÍTIMA, DAÍ DECORRIAM PROBLEMAS LEGAIS COM O DIREITO  DE FAMILIA, ENVOLVENDO ESPOSAS E FILHOS, ESTA POR SER ILEGÍTIMA, E AQUELES POR SEREM BASTARDOS, NA FORMA DA LEI;

– A AÇÃO DE LÍDERES EVANGÉLICOS JUNTO AOS POLÍTICOS BRASILEIROS, FUNDAMENTOU O DIREITO AO CASAMENTO RELIGIOSO COM EFEITO CIVIL NO BRASIL, TAL COMO ACONTECE EM NOSSOS DIAS, MAS ESTE DIREITO, FOI FRUTO DA ORAÇÃO DA IGREJA E DA AÇÃO DIVINA ATRAVÉS DOS SEUS SERVOS;

– OS EVANGÉLICOS NÃO TINHAM PERMISSÃO PARA ENTERRAR SEUS MORTOS NOS CEMITÉRIOS PÚBLICOS, DEVENDO ENTERRAR EM TERRENOS PRIVADOS OU EM QUALQUER LUGAR. FATO VIVIDO PELA IGREJA EM RIO LARGO, ONDE OS CRENTES ERAM ENTERRADOS NO “CEMITÉRO DO SEU CANDINHO”, PERTENCENTE AO IRMÃO BATISTA CÂNDIDO LINS, LOCALIZADO, PROVAVELMENTE, NO ALTO DO GINÁSIO;

– OS PREGADORES CRENTES NÃO PODIAM ALUGAR OU COMPRAR CASAS, POIS ASSIM TERIAM DIFICULDADES PARA ESTABELECEREM “PONTOS DE PREGAÇÃO” NAS CIDADES;

– NA REFORMA CONSTITUCIONAL DO ESTADO NOVO, OS INIMIGOS DA IGREJA, INTENTARAM ASSEGURAR NA LEI A PROIBIÇÃO DOS “CRENTES” PREGAREM LIVREMENTE O EVANGELHO NO BRASIL;

– O DEPUTADO FEDERAL GUARACY SILVEIRA, ELEITO POR SÃO PAULO, CONSTITUINTE EM 1934 E 1946, ÚNICO CRENTE EM JESUS COM MANDATO NAQUELE TEMPO, APÓS SE CONSAGRAR AO SENHOR, ORAR E BUSCAR A INTERVENÇÃO DIVINA SUBIU A TRIBUNA DA CÂMARA FEDERAL E DEFENDEU PODEROSAMENTE O DIREITO A LIVRE PREGAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS EM TERRAS BRASILEIRAS;

– A MÃO DE DEUS MOVEU MENTES E CORAÇÕES NA CÂMARA FEDERAL E O PROJETO DE PROIBIÇÃO DA LIVRE PREGAÇÃO DO EVANGELHO DE CRISTO FOI REJEITADO;

– O PROJETO DE LEI CONTRA A HOMOFOBIA, EM TRAMITAÇÃO NO CONGRESSO NACIONAL, ESCONDE EM SEU BOJO A PROIBIÇÃO DA PREGAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS, QUE CLARAMENTE QUALIFICA A PRÁTICA HOMOSEXUAL COMO ABOMINAÇÃO AO SENHOR;

– ATÉ MESMO A IMPRESSÃO DOS TEXTOS BÍBLICOS QUE TRATAM DO ASSUNTO DO HOMOSEXUALISMO SERÁ PROIBIDA, NA FORMA DESTE PROJETO DE LEI;

– O PROJETO DESEJA IMPOR NÃO APENAS O ATAQUE AO PUDOR, DIANTE DO DIREITO DA EXPRESSÃO EM PÚBLICO DE PRÁTICAS PRÓPRIAS DOS HOMOSSEXUAIS, INCLUSIVE DENTRO DE IGREJAS, COMO TAMBÉM PRETENDE QUE PASTORES SEJAM CONSTRANGIDOS A CELEBRAR CASAMENTOS HOMOSSEXUAIS, SOB PENA DE SUA RECUSA SER CONSIDERADA MANIFESTAÇÃO CONTRA OS HOMOSSEXUAIS, COM PENA PREVISTA EM LEI;

– COM ESTE PROJETO, PREGAR QUE O HOMOSEXUALISMO É ABOMINAÇÃO AO SENHOR OU MESMO ENSINAR ISTO EM NOSSAS ESCOLAS BÍBLICAS E CULTOS DE ENSINO DA PALAVRA, SERÁ CONSIDERADO GRAVE INFRAÇÃO LEGAL, SENDO O PRATICANTE RÉU DA JUSTIÇA NA FORMA DA LEI;

– ATUALMENTE A “PARADA GAY” E CONGRESSOS PROMOVIDOS PELOS HOMOSEXUAIS, JÁ CONTAM COM INVESTIMENTO DO PODER PÚBLICO PARA SEREM REALIZADOS, NÃO ACONTECENDO O MESMO QUANDO SE TRATA DE MANIFESTAÇÃO EVANGÉLICA EM PROL DA PREGAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS, ESTA SIM, FUNDAMENTAL PARA A SOCIEDADE, A EXEMPLO DOS NOSSOS CONGRESSOS, MARCHAS PARA JESUS, ENTRE OUTROS;

– A NOSSA COMISSÃO DE PASTORES, QUANDO PROCUROU O APOIO DO PODER PÚBLICO PARA A REALIZAÇÃO DO NOSSO ÚLTIMO CONGRESSO, OUVIU DAS AUTORIDADES MUNICIPAIS: “VOCÊS PROTESTANTES, DIZEM QUE SÃO MUITOS, QUE SÃO FORTES, MAS NA VERDADE SÃO FRACOS E DESUNIDOS! ONDE ESTÁ O VEREADOR DE VOCÊS PARA FALAR DOS SEUS INTERESSES AQUI? VOCÊS SÃO TÃO FRACOS E DESUNIDOS, QUE NEM UM VEREADOR VOCÊS ELEGEM!!”;

– QUANDO HOUVE A REFORMA DO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO FOI INSERIDA EM SEU BOJO A TRANSFORMAÇÃO DA IGREJA EVANGÉLICA EM “ASSOCIAÇÃO CIVIL”, CLARAMENTE EM PREJUIZO DO NOSSO POVO, POIS A PARTIR DE ENTÃO FICARÍAMOS SUJEITOS AS DECISÕES HUMANAS, TOMADAS A PARTIR DE LEIS HUMANAS EM TRIBUNAIS HUMANOS, QUE IRIAM INTERFERIR NAS RELAÇÕES ESTABELECIDAS NA VIDA INTERNA DA IGREJA;

– COM A TRANSFORMAÇÃO DA IGREJA EVANGÉLICA EM ASSOCIAÇÃO NÃO TERÍAMOS AUTONOMIA, SENDO SUJEITOS A MERA DIREÇÃO HUMANA, SOB O
ENTENDIMENTO DE TRIBUNAIS HUMANOS QUE DESCONHECEM A DEUS E A SUA PALAVRA;

– GRAÇAS A AÇÃO TEMPESTIVA DA BANCADA EVANGÉLICA, PRESENTE NAQUELE MOMENTO NO GRONGRESSO NACIONAL, O PRESIDENTE DA REPÚBLICA LUIS INÁCIO LULA DA SILVA, RECEBEU E SANCIONOU UM PROJETO DE EMENDA AO NOVO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO, QUE REVOGOU A CONDIÇÃO DA IGREJA EVANGÉLICA COMO SIMPLES
ASSOCIAÇÃO CIVIL, PRESERVANDO O ANTIGO STATUS DA IGREJA NO BRASIL. SATANÁS PERDEU MAIS UMA PARA A IGREJA DE JESUS CRISTO, DIANTE DE QUEM AS PORTAS DO INFERNO NÃO PREVALECERÃO!;

– HÁ PROPOSTAS PARA QUE A CONSTRUÇÃO DE NOVOS TEMPLOS SEJA IMPEDIDA MEDIANTE A NECESSIDADE DE SE FAZER CONSULTA PÚBLICA, SENDO ESTA PASSIVA DE MANIPULAÇÃO SOCIAL, O QUE CLARAMENTE É UMA REEDIÇÃO DA VELHA NORMA DO PASSADO DE NÃO SE VENDER OU ALUGAR CASAS PARA CRENTES;

– A FORMAÇÃO TEOLÓGICA PROVIDA POR NOSSAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO ENFRENTA ATUALMENTE, BARREIRAS INSTRANSPONÍVEIS NO MINISTÉRIO DA
EDUCAÇÃO, O QUE VEM EM PREJÚIZO DE NOSSOS EDUCADORES QUE PODERIAM ESTAR EXERCENDO O MINISTÉRIO DO ENSINO EM ESCOLAS PÚBLICAS DO PAÍS;

– APESAR DE NÃO SE IMPOR LIMITES NA PRÁTICA A REALIZAÇÃO DE “SHOWS” MUNDANOS EM VIAS PÚBLICAS, ONDE SABIDAMENTE ACONTECEM CRIMES, DROGAS E LICENCIOSIDADE, JÁ EXISTEM NORMAS PARA O CONTROLE DA SONORIZAÇÃO DOS LOCAIS DE CULTOS EVANGÉLICOS;

– NOSSO ACESSO AOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DE MASSA É DIFICULTADO PELA IMENSA BUROCRACIA E BARGANHA POLÍTICA QUE CERCAM O SETOR, SENDO IMPOSTO AO NOSSO POVO O PAGAMENTO DE PESADOS CUSTOS FINANCEIROS PARA MANTERMOS PROGRAMAS EVANGÉLICOS NO AR;

– EM RIO LARGO NOSSAS CRECHES NÃO SOBREVIVERAM APÓS A MUNICIPALIZAÇÃO DAS RELAÇÕES COM O PODER PÚBLICO, ASSIM OS RECURSOS NECESSÁRIOS A SUA MANUTENÇÃO FORAM SISTEMATICAMENTE NEGADOS E ELAS TIVERAM QUE FECHAR, FICANDO O EQUIPAMENTO SEM USO PARA A COMUNIDADE;

– NOSSO ASSENTO NO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE, APESAR DE PREVISTO EM LEI, FOI SISTEMATICAMENTE BANIDO;

– APESAR DE NA SUA FUNDAÇÃO, O CONSELHO TUTELAR DE RIO LARGO TER TIDO COMO OPÇÃO DE ELEIÇÃO O PROCESSO DIRETO, EM QUE CADA CIDADÃO PODERIA VOTAR EM SEU CANDIDATO, LOGO EM SEGUIDA REINTERPRETARAM A LEI E ADOTARAM A ELEIÇÃO INDIRETA, OBRIGANDO A QUE NOSSO POVO, APESAR DE NUMEROSO, SÓ PUDESSE ENVIAR UM ÚNICO DELEGADO PARA VOTAR, SENDO IGUALADO A UMA SIMPLES ASSOCIAÇÃO CIVIL;

– ESSA MANOBRA VISOU DIFICULTAR A ELEIÇÃO DE CANDIDATOS
QUE CONTASSEM COM AMPLA BASE SOCIAL, COMO É O CASO DOS EVANGÉLICOS DE RIO
LARGO, FACILITANDO A PREVISÃO DO RESULTADO DA COMPOSIÇÃO DO CONSELHO, SEGUNDO A
CONVENIÊNCIA DO PODER HUMANO;

– O SEGMENTO EVANGÉLICO É AINDA HOJE, SISTEMATICAMENTE
IGNORADO NA ARTICULAÇÃO DAS CONFERÊNCIAS QUE TRATAM DA FORMULAÇÃO DAS POLÍTICAS
PÚBLICAS, O QUE DIFICULTA QUE SEUS REPRESENTANTES OCUPEM ASSENTOS NOS CONSELHOS QUE TRATAM DESSAS MESMAS POLÍTICIAS.

 


 

EDIMILSON MARINHO

UM SERVO CHAMADO PARA SERVIR!


 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s