O que fazer daqui para frente?

Publicado: 21 de novembro de 2006 em Não categorizado

 
Amigos:
 
O ano está mesmo terminando. Foi um período de muita correria e não parei. Mas alcançei muitas vitórias e metas foram superadas. Realizamos a Terceira Formatura dos Alunos do Projeto de Alfabetização de Jovens e Adultos, e desta vez foram mais 352 pessoas!! Jà alcançamos um total de 850 pessoas beneficiadas pelo projeto até agora, o que é muito bom! Também estamos com a perspectiva de em 2007, termos uma formatura com mais de 1.000 pessoas, pois estão inscritas cerca de 1.200. O número de alfabetizadores que se cadastraram para esta quarta etapa também aumentou, o que me deixou feliz.
 
Também este ano formamos jovens nos curos de Cabeleireiros, Recepcionista e Telefonista, o que me deixou muito contente, afinal eles terão maiores chances de inserção no mercado de trabalho estando agora qualificados.
 
Mas, o desafio que me espera é a fundação do Centro de Inclusão Digital, onde pretendemos dar acesso ao mundo da Tecnologia da Informação para muitos jovens pobres da região, que sequer sabem dizer com clareza o que é a internet, ou mesmo para que serve um computador….
 
Enviamos uma proposta para o Banco do Brasil, e espero que eles invistam nesta nossa proposta. A princípio falaram bem do projeto…Mas até aqui nada além disso aconteceu, e a prefeitura não deu a menor atenção ao assunto quando procurada pelo pessoal do banco com o inttuito de se firmar uma parceria. Mas estou otimista, e está nos planos enviar-mos esta proposta para outros parceiros que queiram ajudar esta iniciativa, que é de grande necessidade em uma cidade que não tem sequer um computador na única biblioteca pública existente, e muito menos dispõe do computadores na escolas…
 
Estou anda mais contente, porque o nosso projeto de criarmos uma coperativa de artesanato está de vento em popa. Conseguimos não só chamar a atenção do Banco do Brasil, mas também atraímos a parceria do Clube de Diretores Lojistas da cidade e dos presidentes de associação de moradores, além de outras ONGs e do governo municipal.
 
Na útima semana foi realizada uma reunião no América Sport Clube, onde muitos artesãos estiveram presentes, além de lideranças comunitárias e do gerente da agência do Banco do Brasil. Foi um grande debate em torno do tema do artesanato, da necessidade da cooperativa, da capacitação técnica, do mercado existente, do potencial local, da necessidade de termos uma identidade para o artesanato de Rio Largo; mas o melhor de tudo foi que lançamos uma semente naquela reuinão. A semente da união e do trabalho cooperativo entre as pessoas. A semente de nos juntarmos para a construção de uma cidade melhor, com mais oportunidade para as famílias pobres, com mais renda e trabalho para todos. Os presentes se dispuseram a ajudar o projeto.
 
A Ráddio Comunitária que fundei com outros amigos, a Ação Solidária Fm, esteve presente transmitindo a reunião ao vivo. Foi muito bom!
 
Agora, estamos fazendo o diagnóstico local das potencialidades do setor do artesanato. Esta semana em reunião com o meu companheiro de projetos sociais, o Prof. Luis Sálveo, discutimos o questionário que será utilizado para a coleta dos dados primários que subsidiarão o plano de negócios e a estratégia que será seguida para tornar real a Cooperativa dos Artesãos de Rio Largo. 
 
Quem sabe, a partir daí daremos a esta cidade uma vocação econômica que a torne sustentável, do ponto de vista da vida urbana, já que o meio rural, há muito que está nas mãos das Usinas de Cana-de-Acúcar e Alcool, e que infelizmente, são atividades que concentram a renda e emprobecem a população do entorno.
 
Bem, há outras ações que pretendemos levar adiante, principalemente no que diz respeito ao projeto do microcrédito, e das creches para as crianças de Lourenço de Albuquerque e do Tabuleiro, que fechadas há alguns anos, permanecem assim, o que lamentamos, mas nos dipomos a trabalhar para mudar este quadro. Mas esta é uma meta para 2007.
 
No mais, temos realizado alguma coisa na ajuda com alimento para as famílias mais pobres através do Projeto do Sopão, que é distribuido nos finais de Semana. Infelizmente este projeto está suspenso até que o convênio com nosso parceiro seja renovado, e creio que isto só acontecerá em janeiro ou fevereiro de 2007. Até lá, teremos que nos contentar com o que já fizemos e torcer para que possamos seguir em frente e com maior empenho e resultados sociais que a todos sejam significativos!
 
E thau!!!!
 
 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s